Sede Administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia – Nordeste

União Nordeste Brasileira

Lição PG nº 42 – 20 de outubro – A importância do perdão

A IMPORTÂNCIA DO PERDÃO

“Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou.” Colossenses 3:13

Seu cônjuge é seu tesouro! Sua união começou por amor e deve permanecer eternamente com amor. Algumas vezes, o mundo cega nossa visão e falhamos em nosso lar, com nossa família e com nosso amor precioso, falamos besteiras, acusamos, vemos problemas onde eles não existem, brigamos e machucamos por impulso e egoísmo. Mas jamais devemos esquecer que a pessoa com quem casamos é o nosso tesouro mais precioso, isso não tem preço! Ter o sentimento verdadeiro de ternura e carinho é o melhor presente em nosso cotidiano e o perdão anda lado a lado com o amor.

O perdão traz muita paz consigo. O alívio gerado por ele carrega um sentimento tão suave e profundo que as palavras não conseguem descrever a sua totalidade.

Perdoar é uma escolha!
Com toda razão a Bíblia diz: “Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.” Efésios 4:32

Entenda o que está envolvido em perdoar. A palavra usada na Bíblia para “perdoar” pode significar “deixar ir”. Então, perdoar nem sempre quer dizer que você precisa esquecer ou minimizar o erro. Para seu bem-estar e o de seu casamento, pode ser que você, simplesmente, tenha que ‘deixar a mágoa ir’ embora, por assim dizer.

Pense nas consequências de não perdoar. Alguns especialistas dizem que guardar ressentimento aumenta o risco de problemas físicos e emocionais, incluindo depressão e pressão alta. Isso sem contar o dano que causa ao próprio casamento.

Algumas causas
A Bíblia nos diz que: Todos nós tropeçamos muitas vezes. Tiago 3:2 Alguns maridos e esposas se recusam a perdoarem para terem uma medida de poder sobre o outro. Daí, quando surge algum conflito, desenterram problemas do passado para manipular a situação.

Muitas vezes, uma mágoa demora a cicatrizar. O ofendido talvez diga que perdoou, mas pode ser que ainda guarde ressentimento e até mesmo deseje se vingar.

Algumas pessoas casam acreditando que vão viver um conto de fadas. Por isso, quando surge uma discussão, elas se recusam a cederem porque não aceitam a ideia de que o “amor da sua vida” tenha uma opinião diferente da sua. Expectativas irrealistas costumam tornar as pessoas mais críticas e menos perdoadoras. Muitas pessoas não querem perdoar porque têm conceitos errados sobre o perdão.

O que você pode fazer
“Não procurem vingança, nem guardem rancor contra alguém do seu povo, mas ame o seu próximo como a si mesmo. Eu sou o Senhor. ” Levítico: 19.18

Pense nos benefícios de perdoar
O casal que é perdoador não fica “fazendo uma lista” dos erros um do outro e também não supõe que o outro agiu com má intenção. Isso vai resultar num relacionamento livre de ressentimento em que o amor pode crescer.

Seja realista
É mais fácil perdoar quando você aceita a outra pessoa como ela é, apesar dos seus defeitos. Quando você se concentra nos defeitos da pessoa, é muito fácil esquecer todas as qualidades que ela tem. Lembre-se de que ninguém é perfeito — nem mesmo você.

Seja razoável
Da próxima vez que você ficar ofendido com seu marido ou esposa, pergunte-se: ‘O problema é tão sério assim? Preciso insistir num pedido de desculpas ou posso simplesmente deixar para lá e perdoar? ’

Deus
É impossível acontecer o perdão se não estivermos conectados à fonte de todo perdão. É impossível o amor prevalecer se o próprio Amor não estiver presente em nossas vidas.

“Aquele que recusa perdoar, rejeita a única esperança de [receber o] perdão.” Ellen G. White. Parábolas de Jesus, pág. 127

PARA DISCUTIR

1. Você tem maior dificuldade em perdoar ou pedir perdão? Reflita em alguma situação que você tenha passado na qual tenha sentido essa dificuldade.
2. Pense no que você poderia fazer na prática para confrontar a sua dificuldade da próxima vez em que estiver face a face com ela.
3. Como você acha que o perdão pode influenciar em sua comunhão com Deus?
4. Quais as consequências do perdão na vida da parte culpada?
5. É possível eu fazer o trabalho de Deus se guardo rancor em meu coração?

Conclusão – Apelo
Todos nós temos dificuldade em dar e receber perdão. Mas, é importante que você lembre duas coisas:
1. Deus é Aquele que está disposto a nos dar a cura interior, sempre que vamos a Ele, sinceramente arrependidos: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça” (1João 1:9).
2. Assim como o Senhor nos perdoou, devemos perdoar uns aos outros. Vamos seguir o exemplo do Mestre?
Que Ele abençoe a sua família.

VERSOS BÍBLICOS USADOS NA LIÇÃO
Colossenses 3:13
Efésios 4:32
Tiago 3:2
Levítico 19:18
1 João 1:9

 

Pr. Yuri Marques
Ministério Jovem Missão Alagoas