Sede Administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia – Nordeste

União Nordeste Brasileira

Lição PG nº 40 – 06 de outubro – Quem é o sexo frágil em uma relação?

Publicado por:

QUEM É O SEXO FRÁGIL EM UMA RELAÇÃO?

“Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.” Filipenses 2:4

Analisar as diferenças existentes entre um homem e uma mulher é algo tão vasto quanto comparar o espaço sideral e as profundezas do oceano! Cada célula do corpo do homem é geneticamente diferente das células do corpo da mulher. Comportamentos, emoções e a própria estrutura anatômica de ambos deixam claras as intenções do Criador: Fomos feitos à imagem e semelhança de Deus e nos tornamos completos no momento em que as forças e fraquezas do homem se encaixam nas fraquezas e nas forças da mulher. Não há, portanto, uma competição do tipo “Guerra dos sexos”. A proposta de Deus no relacionamento a dois é o complemento, em que o melhor de cada um garante a longevidade do relacionamento. Sexo frágil é aquele que se interessa mais consigo do que com o outro.

Eles precisam saber…
“Alguém disse que, lá uma vez ou outra, um homem consegue um vislumbre da razão porque sua esposa, namorada ou noiva pensa daquela maneira, e justamente quando está ponderando sobre isso… ela muda de ideia. ” (Nancy Van Pelt, Felizes no Amor, p. 66 – grifo acrescentado)

A questão não é entender as mulheres, mas oferecer a atenção de que precisam:
– A mulher sente uma grande necessidade de ter seus sentimentos reconhecidos e aceitos.
– O essencial para a mulher não é a solução do problema, mas a compreensão por parte de seu companheiro.
– Quando está contrariada com alguma coisa, ela quer conversar sobre o assunto e ser ouvida atentamente, sem críticas ou sermões.
– Ela precisa mais de seu tempo do que de seus presentes. Porém, presentes associados a momentos especiais trazem grandes benefícios ao relacionamento.
– Encontre todos os dias um motivo especial para elogiar sua esposa.

Elas precisam saber…
Homens geralmente são objetivos e aparentemente insensíveis. Cada célula de seu corpo é responsável por sua condição de homem; ele se sente orgulhoso por todas as características que o distinguem do sexo oposto.
A questão não é mudar o comportamento masculino, mas harmonizar o relacionamento.
– O homem precisa sentir que suas atividades são importantes.
– Quando está estressado ou com problemas, prefere ficar sozinho pensando em alguma forma de solucioná-lo. Respeite esse momento.
– Quando o homem apresenta suas dificuldades e frustrações, não tente aplicar sermões ou soluções imediatas. O que ele quer na verdade é desabafar.
O homem se sente bem quando suas qualidades são reconhecidas, especialmente honestidade, trabalho, responsabilidade e competência.

O ponto forte do relacionamento
A terra estava perfeita após a criação. Pássaros, rebanhos e animais selvagens estavam livres para desfrutarem o belíssimo ambiente do paraíso. No entanto, para Adão, alguma coisa ainda faltava. Observando os animais, percebeu que todos estavam acompanhados. Para ele, no entanto não havia alguém compatível.

O relato de Gênesis 2:20-22 apresenta a importância que Deus dá à unidade e ao complemento mútuo no relacionamento. Mesmo em um mundo sem pecado, o homem sentiu falta da sensibilidade e demais características da mulher. Esta, por sua vez, maravilhou-se com a força e precisão com a qual seu homem cuidava dela e do jardim.
O relacionamento entre um homem e uma mulher é a melhor maneira de exercitarmos o cuidado com o próximo. Quando perdemos de vista nossas próprias vontades e características peculiares ao gênero sexual e usamos o que temos de melhor com o intuito de fazer com que o outro seja feliz, cumprimos o verdadeiro propósito do relacionamento a dois e podemos desfrutar aqui na terra um pedacinho
que teremos pela eternidade.

“Eva foi criada de uma costela tirada do lado de Adão, significando que não o deveria dominar, como cabeça, nem ser pisada sob os pés como se fosse inferior, mas estar a seu lado como igual, e ser amada e protegida por ele. Como parte do homem, osso de seus ossos, e carne de sua carne, era ela o seu
segundo eu, mostrando isto a íntima união e apego afetivo que deve existir nesta relação.” (E.G.W, Patriarcas e Profetas, 18 – Versão digital)

PARA DISCUTIR:

1. O que você acha que Deus quis dizer quando se referiu a Eva como “auxiliadora” em Genesis 2:20?
2. Qual sua caraterística mais forte? Como essa característica pode auxiliar o ponto mais fraco de seu cônjuge, noivo(a) ou namorado(a)?
3 . Como o conhecimento das diferenças entre homens e mulheres podem te auxiliar no aconselhamento de um casal com problemas?
4. Em que aspectos de seu comportamento você sente a necessidade de mudanças?
5. O que o relato bíblico de Filipenses 2:4 nos ensina a respeito do relacionamento?

Conclusão – apelo
As diferenças entre o comportamento masculino e feminino podem ser vistas como peças diferentes de uma engrenagem. A união harmoniosa de todas essas peças de diferentes formas e tamanhos mantém em bom funcionamento toda a máquina…

Assim será nos relacionamentos nos quais há boa comunicação e disposição para compreender as diferenças. Lembre-se de que suas forças não devem ser utilizadas para confrontar as fraquezas de seu companheiro, mas, fortalecê-lo. Permita que suas fraquezas sejam conhecidas por ele a fim de que você também seja fortalecido.

Agindo assim, o relacionamento do casal será fortalecido e as diferenças minimizadas.

VERSOS BÍBLICOS USADOS NA LIÇÃO
Filipenses 2:4
Gênesis 2:20-22

Pr. Fabiano Capeletti
Ministério Jovem Associação Cearense