Sede Administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia – Nordeste

União Nordeste Brasileira

Lição PG nº 30 – 27 de Julho – O pescador que foi fisgado

Publicado por: rutesouza

O PESCADOR QUE FOI FISGADO

“Respondeu-lhe Simão: Mestre havendo trabalhado toda noite nada apanhamos, mas sob a tua palavra lançarei as redes. ” Lucas 5:5

John Vernon McGee certa vez disse que: “Todo púlpito é um barco de pesca, um lugar para proclamar a palavra de Deus e para pegar peixes”. Era ainda bem cedo da manhã quando Jesus caminhava junto ao mar e as pessoas já se aglomeravam em torno dEle. Esse fato testemunha a popularidade de Cristo mesmo antes de seus eventos milagrosos. Ali, no lago da Galileia, o Senhor tinha um encontro marcado com Pedro e desejava falar ao coração de seu filho e ensinar lições para ele, lições que ainda hoje podemos ouvir ecoar em nossos ouvidos.

VOCÊ PODE NÃO SER O MELHOR, MAS É O QUE DEUS ESCOLHEU.

O maior desejo dos judeus era de que seus filhos se tornassem rabis, mestres da lei, pois a religião era uma preciosidade para esta nação escolhida. Entretanto, existiam testes bem rigorosos e muita dedicação por parte daqueles que almejavam tal posição. Uma destas
avaliações era decorar toda a Torá e os profetas menores. Os que eram aprovados passavam para outras etapas, os que não passavam retornavam para sua casa a fim de cuidar da profissão da família. Quando Jesus encontra-se com Pedro, ele estava pescando, o que nos mostra que provavelmente ele não era o melhor de sua época, mas era aquele que Deus escolheu para dar continuidade à pregação do evangelho naquela geração.

Hoje, melhor do que ter grandes habilidades profissionais é ter a convicção de que foi Deus quem o chamou para participar desta grande obra de salvar homens e mulheres deste mundo revoltoso, como um mar empolado por fortes ventos. George King o primeiro colportor não tinha muitas qualidades que os homens apreciam para um vendedor, mas Deus o fez vitorioso e grande instrumento de pregação por meio da página impressa.
Deus não vê como o homem vê. (I Samuel 16:7). Convicção não é olhar para você e imaginar o que pode se transformar, mas olhar pra Cristo e ver por Ele aquilo que pode se tornar.

APÓS GRANDES DECEPÇÕES VOCÊ PODE TER GRANDES VITÓRIAS.

Marcos Scaldelai certa vez disse que: “Mares tranquilos não produzem bons marinheiros”. Pedro passou toda noite trabalhando, pois neste momento é quando os pecadores dizem ser melhor para pescar. Vez por outra, vejo pescadores na orla à noite pescando, e estes têm
grandes resultados no horário noturno. Pedro, por ser experiente pescador passou a noite pescando, mas como diz um velho ditado: “O mar não estava para peixe”. Então, foi quando lavava suas redes que o Mestre o chamou para usar seu barco como um púlpito.

É importante notar que só lava as redes quem ainda tem interesse em pescar novamente, caso contrário, deixa as redes apodrecerem sujas. Com este ato, Pedro estava ensinando para nós que é necessário persistir. Após a pregação teórica Deus mostra na prática que quem o obedece é grandemente abençoado. Ele ordena Pedro que lance as redes mais uma vez. Ah! Se Pedro fosse um cristão melindroso poderia ter dito: “Senhor, tu entendes de pregação, mas de pescaria eu entendo”. Contudo, ele teve humildade para obedecer a Deus sem questionar e assim experimentou a maior pesca de sua vida.

Ilustração: Um jovem colportor em uma de suas férias, na capital do Acre, Rio Branco, saiu animado para trabalhar, mas infelizmente este foi um dia bem desafiador. Assim ele passou o dia oferecendo livros sem ter muito sucesso, mas ele decidiu fazer tudo que podia para que
Deus fizesse Sua parte também, assim ele cria. Às 21h ele completou seu alvo de ofertas que era 18 e não conseguiu nada, então já retornando para casa, foi impressionado pelo Espírito Santo a retornar em uma casa que não tinha entrado durante a tarde. Como ele já estava cansado, pensou: Não vou ofertar! Mas, a voz mais uma vez disse: volte nesta casa. Depois de certa relutância, o colportor decidiu obedecer. Quando chegou na frente da casa e bateu palmas, um rapaz o olhou lá de dentro e disse: Mãe, este é o rapaz que passou a tarde aqui e a senhora não estava. Logo que ela o olhou disse: “o que você quer me vender a uma hora destas”? O colportor disse: “A última coisa que desejo fazer em sua casa e lhe vender”! Após ele oferecer os livros, aquela senhora ficou com toda a coleção, que superava o alvo que ele mesmo havia proposto em seu coração. (Foi pago R$ 670,00 a vista).

Esta ilustração nos ensina que obedecer a voz de Jesus sempre nos traz bênçãos.

MAIS QUE LHE DAR UMA REDE CHEIA DE PEIXES, DEUS QUER TRANSFORMAR SUA VIDA

No verso 8, Pedro reconhece sua condição de pecador e roga a Jesus que se afaste dele. O Senhor conseguiu seu grande objetivo fazer com que aquele homem reconhecesse seu estado e entendesse que somente em Cristo aquele milagre poderia ter acontecido. Mas, o Senhor dos mares e de tudo que existe não queria somente lhe dar bênçãos materiais. Ele não desejava mostrar Suas mãos a Pedro, mas também sua face divina a este pobre pescador.
Glenn Bland afirmou que: “Nenhuma tartaruga pode ir a lugar algum se primeiro não se arriscar a expor o pescoço”. O Senhor Jesus decidiu encontrar Pedro para transformar sua vida e este milagre ele quer fazer conosco.

Ilustração: O Tamanho de Deus

Certo dia João foi abordado por seu filho André com a seguinte pergunta: – Pai qual o tamanho de Deus? O pai meio desconcertado e sendo pego de surpresa olhou pra um lado, olhou pra outro e não viu nada. De repente levantou os olhos e viu um avião sobrevoando e
respondeu: – Filho, Deus é do tamanho daquele avião. O filho mediu com as mãos o tamanho do avião como que fazendo um cálculo e disse: – Nossa pai, Deus é bem pequeno!
O pai não conformado com a resposta disse: – Filho, entre no carro e vamos ao aeroporto.
Ao chegar no aeroporto o pai pediu liberação para olhar uma das aeronaves estacionadas. Quando estava bem abaixo ele disse ao filho: – Filho como foi a pergunta que você me fez? Sobre o tamanho de Deus? – Ah! Pai, lembrei. Eu perguntei qual o tamanho de Deus?
O pai entusiasmado respondeu: – Deus é do tamanho deste avião. O filho disse então: Eita pai! Deus é enorme.
Moral da história: o tamanho de DEUS VAI DEPENDER DA DISTÂNCIA QUE ESTAMOS DELE.

PARA DISCUTIR

1. Uma vez que não somos pescadores, quais princípios bíblicos podem ser aplicados hoje em nossa vida?
2. Pedro não se melindrou com a ordem de Jesus. Até que ponto temos que continuar obedecendo as ordenanças de Deus, mesmo em meio a adversidades e questionamentos?
3. Quando Deus pede a Pedro que o siga, Ele já havia proporcionado o que ele precisava. Para que este relato estivesse contido na bíblia, que importante passo de fé Pedro teve que dar?
4. Do que Pedro teve que se esvaziar para receber o grande milagre em sua vida? Do que precisamos nos esvaziar para receber os milagres de Deus em nossa vida?

“Não há limites à utilidade de uma pessoa que, pondo de parte o próprio eu, oferece margem a operação do Espírito Santo na alma, e vive uma vida de inteira consagração a Deus.”

“Antes de lhes pedir que abandonassem as redes e barcos, Jesus lhes dera a certeza de que
Deus lhe supriria as necessidades… Durante aquela triste noite no lago, enquanto separados de Cristo, os discípulos foram duramente premidos pela incredulidade, e cansaram-se num infrutífero labor. Sua presença, porém, lhes ateou fé e trouxe-lhes alegria e bom êxito. O
mesmo se dá conosco; separados de Cristo, nosso trabalho não dá fruto, e fácil se torna desconfiar e murmurar. Quando ele está perto, porém, e trabalhamos sob Sua direção,
regozijamo-nos nas demonstrações de seu poder.” (DTN 249).

CONCLUSÃO – APELO

O Senhor deseja que perseveremos em ouvir Sua voz, certos de que podemos não ser os melhores, mas somos quem Deus escolheu. Podemos também estar certos de que após grandes derrotas, teremos grandes vitórias e acima de tudo, ter a certeza de que Ele não
quer apenas nos dá uma rede cheia de peixes, quer transformar nossa vida.

Não há limites à utilidade de uma pessoa que, pondo de parte o próprio eu, oferece margem a operação do Espírito Santo na alma, e vive uma vida de inteira consagração a Deus.

É seu desejo, semelhantemente a Pedro, entender que o Senhor lhe escolheu independente de suas habilidades? Que é necessário ser perseverante em tudo inclusive em ouvir Sua voz, e que acima de uma rede cheia de peixes Deus quer transformar sua vida?

Versos estudados nesta lição:
1. I Samuel 16:7; Lucas 5:5.

 

AUTOR: Pr. Gibeton Amaral
Dir. Associado de Publicações – ACE