Sede Administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia – Nordeste

União Nordeste Brasileira

Lição de PG nº 35 |28/08| Por amor à causa

TEXTO BÍBLICO

“Jesus olhou e viu os ricos colocando suas contribuições nas caixas de ofertas. Viu também uma viúva pobre colocar duas pequeninas moedas de cobre. E disse: “Afirmo-lhes que esta viúva pobre colocou mais do que todos os outros. Todos esses deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver” –  Lucas 21:1-4

Uma pesquisa realizada por Ryan P. Burge, da Eastern Illinois University, envolvendo 9.500 participantes, revelou que a maioria das pessoas que aceitam a Jesus, sinalizaram não terem passado por mudanças significativas nos seus hábitos. A pesquisa também indicou que os dados recolhidos dos participantes não confirmaram a expectativa de um comprometimento maior, visto que 50% afirmaram não ter mudado seus hábitos. Apenas 33% dos entrevistados disseram que “mudaram de vida”, ou seja, experimentaram, de fato, uma transformação pessoal. 

Lamentavelmente, é essa minoria que tem contribuído para o desenvolvimento da obra de Deus e, também, ajudado com suas contribuições para a transformação de outras pessoas, quer sejam de perto ou de longe. A verdade é que Deus tem feito muito, com o pouco das contribuições que chegam nas salvas das nossas igrejas. Isso lembra um fato registrado na Bíblia (Lucas 21:1-4), o qual foi presenciado, valorizado e destacado por Jesus, simplesmente, porque o incidente mostra o elevado princípio da fidelidade: por amor a causa.

Em certa ocasião, estava Jesus no pátio do templo, bem perto de onde os adoradores colocavam as suas contribuições, atentamente observava os que depositavam as suas ofertas. Entre os ofertantes, estavam aqueles que ofertavam com grande ostentação, os quais Jesus os contemplava tristemente. Num dado momento, Ele viu uma pobre viúva aproximar-se hesitantemente, pois não queria ser observada.

Mesmo retraída e sem querer adiantar-se, a pobre viúva anelava fazer qualquer coisa, por pequenina que fosse, pela causa que amava. Sua oferta era demasiado pequena, em comparação com as ofertas dos que a rodeavam; no entanto, era tudo quanto possuía. Apressadamente, ela depositou as suas duas moedinhas, e virou-se ligeiramente para se afastar daquele lugar, quando ao fazê-lo, porém, seu olhar se cruzou com o olhar aprovador de Jesus.

Intencionalmente, Jesus chamou os discípulos para perto de Si, e convidou-os a notar a condição daquela pobre e humilde viúva. Foi quando as palavras de louvor, proferidas por Jesus, soaram de forma suave e penetrantemente aos ouvidos dela: “Em verdade vos digo que lançou mais do que todos, esta pobre viúva”. Ao ouvir essas palavras e que seu simples ato foi compreendido e apreciado pelo Mestre, lágrimas de alegria lhe encheram os olhos.

Devido à grande necessidade daquela viúva, muitos tê-la-iam aconselhado a guardar seu escasso recurso para o próprio uso. Jesus não exaltou a humildade da viúva e nem a quantidade da sua oferta, mas simplesmente realçou o motivo que a levara a doar: ela cria que o serviço do templo era indicado por Deus, e estava ansiosa por fazer tudo que lhe era possível para sua manutenção. Ela fez o que pôde pelo amor para com Deus e o interesse para com Sua obra, e, por isso, sua ação serviria de monumento a sua memória, através dos tempos, e alegria na eternidade.

Pausa para Discussão

1. Ao seu ver, quais são as principais evidências de um coração transformado por Cristo?

2. Você julga importante contribuir com a causa de Cristo? Como isso pode acontecer?

3. Qual deve ser a nossa principal motivação para contribuirmos com a causa de Cristo?

× Converse a Inteligência Articial do PG My Style agora mesmo...