Sede Administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia – Nordeste

União Nordeste Brasileira

Lição de PG nº 31 – 3 de agosto – Vida longa – uma fórmula esquecida

Publicado por: rutesouza

VIDA LONGA – UMA FÓRMULA ESQUECIDA

“Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.” Êxodo 20:12

Mesmo sabendo que quando abordamos o relacionamento entre pai e filhos, precisamos
reconhecer que é uma via de mão dupla, gostaria de percorrer a via que sem dúvida é menos trafegada (filhos/pais), pois mesmo sabendo que há arestas de ambos os lados para se corrigirem, os retoques são aparentemente menores no que diz respeito ao trato dos pais com os filhos. Não é à toa que o mandamento entra como um escudo e um lembrete nobre, com o dedo de Deus (Êxodo 31:18), de que os pais são dignos de honra e isso não é uma sugestão.

Honra teu pai e tua mãe. Não há nenhuma cláusula que ligue essa ordem (não é conselho ou sugestão) a um momento específico do pai ou dos filhos. Deus não estipulou um prazo de validade para esse mandamento que abre a segunda tábua (que se detém mais aos
relacionamentos interpessoais) as tentativas de driblá-lo remontam ao tempo do ministério de Cristo (Mateus 15).

Por isso, os filhos devem ter sempre em mente: quando se relacionam com os seus progenitores, que honra, segundo dicionário, é respeitar, amar, cuidar, proteger, obedecer.

A palavra hebraica para “honra” é kabed. Este verbo é derivado da raiz K-B-D, que significa “pesado, importante”. Então, a tradução literária desse mandamento é: Dê peso a teu pai e a tua mãe”. Logo, em qualquer língua, não dá margem para um relacionamento desrespeitoso
ou de negligência.

Honra teu pai e tua mãe. Como podemos cumprir esse mandamento de forma prática? Isso não significa obediência cega ou que não possa haver debates (respeitosos) em cima dos temas em questão. Mas, em cada momento em que o relacionamento estiver em questão,
deve ser tratado pelos filhos com o maior respeito que for possível ou impossível.

Honrar com atenção. Nem sempre seremos especialistas em palavras, mas podemos priorizar o tempo.

Honrar com palavras. Pode até não ser fácil falar, mas o que for dito deve ser com estima e para elevação do relacionamento.

Honrar com cuidado. Amor na teoria é bom, mas tem pouca funcionalidade. Então, saia do campo das palavras e ame na prática.

“…Para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.” Além de uma qualidade de vida indiscutível, obedecer a Deus também prolonga a vida. Aliás, de forma explícita no decálogo, esse é o único mandamento com promessa.

Não esqueça essa fórmula testada e aprovada por Deus para termos uma longevidade digna. Mas esse não é o maior prêmio, pois ver felizes aqueles que cuidaram de nós de forma incondicional, não tem preço. E se por algum motivo isso deixou de ser importante para você em algum momento, reveja seus conceitos e mude.

Não há, de Gênesis a Apocalipse, nenhum texto que nos autorize sermos descuidados com nossos pais. Isso é mais do que uma convenção social, é uma ORDEM divina (e não é de segunda categoria ou negociável). Se isso é uma realidade em sua vida, mantenha. Se não,
recomece hoje sua história, pois Deus está disposto a recomeçar com você.

“Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu
Deus, te dá.” Êxodo 20:12. Este é o primeiro mandamento com promessa. Recai sobre crianças e jovens, sobre os de meia-idade e os idosos. Não há na vida nenhum período em que os filhos fiquem isentos da honra aos pais. Esta solene obrigação recai sobre cada filho ou filha, e é uma das condições de prolongamento de sua vida na terra que o Senhor dará aos fiéis. Isto não é um assunto indigno de consideração, mas uma questão de vital
importância.” (EGW, LA, pág. 293)

PARA DISCUTIR

1. Mesmo parecendo ser óbvio, o que dificulta os filhos obedecerem este mandamento?
2. Qual seria o papel dos pais para facilitarem essa obediência? Realmente há algo a se fazer?
3. Que passos podemos dar para cumprir essa ordem divina (Êxodo 20:12)?

Versos estudados nesta lição:
Êxodo 20:12; Êxodo 31:18; Mateus 15:2-6

 

AUTOR: Pr. Paulo Fernando
Ministerial e Secretário
Associação Pernambucana