Sede Administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia – Nordeste

União Nordeste Brasileira

18 – LIMPOS DE CORAÇÃO

Publicado por: Meirinaldo Júnior

Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus. (Mateus 5.8 NVI)

O coração na Bíblia é esta parte invisível do ser humano, o “software”, a alma e o espírito (se você é tricotomista), com todas as suas dimensões. Como seres humanos, não conseguimos saber o que se passa na cabeça dos outros e costumamos observar o comportamento e as ações, de modo que aprendemos, desde pequenos, a vigiar e a sermos prudentes com o que fazemos. Porém, Jesus aponta um ambiente mais profundo para se trabalhar: o coração.

Conseguimos controlar e disfarçar as nossas ações, mas quando as circunstâncias ficam apertadas, quando os problemas se apresentam, a nossa reação automática será com base no que está no coração. Inclusive, esta é uma das funções do jejum, expor o coração, pois quando a fome aperta, quando ficamos nervosos, o que realmente está no coração aflora e sai.

Lembra-me de uma pregação que ouvi em que se contava a respeito de um pastor que estava internado em um avançado estágio de Alzheimer. Ele havia se esquecido de quase toda a sua vida. O pregador foi visitá-lo e chocou-se ao ver que aquele pastor falava obscenidades para as enfermeiras e para as mulheres que passavam. O que mais o impressionou foi que, no ano anterior, ele havia visitado outro colega dele, outro pastor, que também estava com Alzheimer, mas que, em vez de falar obscenidades, evangelizava a todos. Como não conhecia os amigos e parentes que o visitavam, achava que eram estranhos e os evangelizava. O que saía de dentro dele era o evangelho. A doença só serviu para expor o seu coração, enquanto que o outro manifestava o lixo que havia acumulado em sua mente.

A doença, o cansaço e a dor não nos levam a pecar, eles simplesmente colocam para fora o que está em nosso coração. O coração obsceno daquele pastor estivera oculto por décadas, mas a doença, a aflição, o expuseram. A máscara caiu e a nudez do coração foi vista.

Jesus também experimentou uma crise extrema, principalmente nas últimas horas da vida dele. Aquele homem ficou aflitíssimo, e o que estava no coração dele começou a sair: no Getsêmani, depois de receber o beijo da traição de Judas, começa aquele período sombrio. Assim que ele foi preso, um de seus discípulos, Pedro, usou uma espada para reagir à prisão e cortou a orelha de um homem que vinha prender Jesus, que não agradeceu a Pedro, mas mandou ele guardar a espada, explicou que quem usava a espada morreria por uma espada, e ainda curou o sujeito que teve a orelha cortada! Naquele momento de aflição, Jesus cita um texto profético do AT (Jeremias 15.2).

Quando Jesus está despido, tendo passado a noite sendo torturado, seu corpo está há seis horas pregado em uma cruz de madeira. A vida está quase saindo dele. Mais ou menos às três horas da tarde, ele clamou em alta voz: “Eloí, Eloí, lamá sabactâni?”, que significa: “Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste?” (Mateus 27.46), citando o Salmo 22.1. Pouco antes de morrer, “Jesus bradou em alta voz: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. Tendo dito isso, expirou” (Lucas 23.46) e citou o Salmo 31.5.

Não há momento mais extremo do que esse de morrer em dor e agonia, tendo, inclusive, perdido a comunhão com o Pai por tomar os pecados da humanidade sobre si. Mesmo assim, o que sai do coração dele é a Palavra de Deus. Ouvi uma história que o pastor Leandro contou sobre o líder dele, o irmão Valdemar, de Curitiba: o que tem dentro do seu coração?

O filho do irmão Valdemar estava dirigindo seu carro junto com a esposa e os dois filhos. Começou um tiroteio onde eles estavam e várias balas atingiram o carro daquele rapaz. A esposa e o filho dele, de seis meses, morreram com as balas perdidas.

O filho dele chegou gritando em casa, com o filho morto. O irmão Valdemar pegou aquela criança no colo. Quando os irmãos da igreja ficaram sabendo o que tinha acontecido, vieram para tentar confortar aquele pai e aquele avô pela tragédia. Quando eles chegaram, o irmão Valdemar estava segurando a criança morta no colo. Ele levantou a mão e disse: “Espera aí, espera aí, espera aí! Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Deus deu, Deus tirou, louvado seja o nome do senhor!”.

O que tem dentro do seu coração?

Se o nosso coração estiver cheio com a Palavra do Senhor, quando a aflição chegar, quando o dia mau se apresentar e a pressão externa for gigantesca, o que sairá do coração será vida e sabedoria da Palavra, não somente para evangelizar, levar uma palavra planejada, mas para reagir e glorificar a Deus nos momentos de angústia.

AJUSTE A CÓPIA CONFORME O MODELO.

Coração é o que se passa dentro da minha cabeça e faz com que eu me sinta de determinada maneira. Posso acolher alguns pensamentos e rejeitar outros. O que você armazena no seu coração? O que você classifica como excelente e dá valor? Como você interpreta a vida? Você concorda com a Palavra de Deus para as questões cotidianas?

O seu coração é limpo? Procure abastecer-se da Palavra de Deus e se esforce para que ela faça sentido em todas as áreas da sua vida. Rejeite o que você sabe que é errado e “veja a Deus”, tenha comunhão plena.

ORE COMIGO:

Deus e pai, Não consigo interpretar a vida de modo coerente e sábio, pois não o faço segundo a sua Palavra. Quero me abastecer com ela e permitir que todos os meus pensamentos, julgamentos, decisões e emoções estejam de acordo com os seus princípios. Perdoa-me quando recebo lixo do mundo e do diabo no meu coração. Limpa-me, e que eu seja uma cópia fiel de Jesus. É no nome dele que eu oro, amém.